10 filmes que todo profissional não pode deixar de assistir

Como coach tenho acesso a muitas ferramentas para aplicação com os coachees, sempre as testo primeiro comigo.  Sim é isso mesmo, eu me aplico as ferramentas, afinal a certificação diz Professional & Self Coach, então estou passando pelo processo constantemente, mesmo quando não quero (risos).

Um desses momentos de self coaching é quando assisto filmes.  Escrevi nove resenhas nos últimos meses e conheci alguns filmes sensacionais.  Mas a verdade é que eu já tinha uma listinha muito legal de filmes para uso.  Então como conhecimento sem compartilhamento não tem valor algum, eu decidi compartilhar alguns desses filmes com meus leitores e amigos. Fiquem tranquilos que não vou contar o final.

Seguem os filmes que eu quero recomendar.

1.       A Grande Virada ou The Company Man

Bobby Walker (Ben Affleck) aparentemente não tem do que reclamar de sua vida: tem uma ótima família, um bom emprego e um Porsche na garagem. O que ele não esperava era que, devido a uma política de redução de pessoal da sua empresa, ele fosse demitido.  A mudança faz com que ele tenha de redefinir sua vida, lutar para retornar ao mercado de trabalho, manter a autoestima e traçar um plano de carreira.

Lições do filme: O desemprego pode acontecer com qualquer um e a qualquer hora; o filme estimula a reflexão sobre as mudanças do mercado, a questão trabalho x valores pessoais, a importância e os benefícios de planejar sua carreira, bem como sobre conhecer os pontos fortes e fracos, e como trabalhar a autoestima.

2.       Treino Para a Vida ou Coach Carter

Ken Carter (Samuel L. Jackson) aceita ser o técnico de basquete de sua antiga escola, onde conseguiu recordes e que fica em uma área pobre da cidade. O novo treinador impõe um rígido regime, em que os alunos tinham de assinar um contrato se comprometendo em tirar boas notas e ter um comportamento respeitoso. As normas impostas contrariam os alunos, as mães dos alunos, os professores e a comunidade.

Lições do filme: Aspectos da liderança que transmite à equipe o significado de uma visão maior. Importante na construção de equipes.

3.       Incontrolável ou Unstoppable

Por desatenção, um funcionário se descuida de uma locomotiva carregada de carga tóxica e que a qualquer momento poderá causar um grande acidente. Para evitar a tragédia, o condutor (Chris Pine) e um maquinista experiente (Denzel Washington) têm de elaborar um plano para tentar parar a locomotiva desenfreada.

Lições do filme:  Refletir sobre a importância do trabalho, indiferentemente de qual seja a função, sobre a valorização do profissional que faz o seu trabalho seriamente, a importância do líder conhecer bem o seu trabalho para poder gerenciar, deixar os problemas pessoais em casa e a humildade que é fundamental para qualquer profissional.

 

4.       Rede Social

Sobre a criação da rede social Facebook. No filme o personagem pegou uma ideia e a implementou. Nem sempre quem tem uma ideia tem a facilidade de colocá-la em prática. É bom ressaltar que isso não se torna antiético quando os papéis são bem estabelecidos: eu ganho para pensar e ele para executar.

Lições do Filme: Não preciso saber fazer, mas preciso saber quem faz.  O líder, cada vez mais, precisa entender de pessoas, bem como saber identificar o potencial de cada uma.  A necessidade de se definir bem os papeis e as expectativas.  E sem dúvida alguma o poder das redes sociais.

 

5.       Sociedade dos poetas mortos

Em 1959 na Welton Academy, uma tradicional escola preparatória, um ex-aluno (Robin Williams) se torna o novo professor de literatura, mas logo seus métodos de incentivar os alunos a pensarem por si mesmos, cria um choque com a ortodoxa direção do colégio, principalmente quando ele fala aos seus alunos sobre a “Sociedade dos Poetas Mortos”.

Lições do Filme:  A busca do líder em orientar e motivar o grupo instigando-os a terem um pensamento crítico.

 

6.       Escola de Ritmo ou Drumline

O jovem baterista Devon Miles (Nick Cannon)é um adolescente que acaba de se formar no Ensino Médio em Nova York. Após a formatura, Devon parte para Atlanta para fazer parte da Atlanta A&T University, uma universidade que tem historicamente jovens de maioria negra e talentosos na sua banda.

Lições do filme: Aborda a importância do trabalho em equipe para se conseguir resultados extraordinários.  Além disso, foca o quanto a individualidade pode ser prejudicial e pouco produtiva.

 

7.       À Procura da felicidade ou The Pursuit of Happyness

Chris Gardner (Will Smith) é um pai que se  vê sozinho enfrentando sérios problemas financeiros e cuidando de seu filho de apenas cinco anos. Ele tenta usar sua habilidade como vendedor para conseguir um emprego melhor, a fim de conseguir um salário que consiga dar uma criação digna a seu filho.

Lições do filme: Determinação e persistência frente a desafios, comprometimento e responsabilidade profissional e pessoal.

 

8.       O Diabo Veste Prada ou The Devil Wears Prada

A jornalista recém-formada Andrea Sachs (Anne Hathaway) é uma jovem que conseguiu um emprego na Runaway Magazine, a mais importante revista de moda de Nova York. Ela passa a trabalhar como assistente de Miranda Priestly (Meryl Streep), principal executiva da revista. Como assistente, ela tenta lidar com as exigências de sua chefe, entrando em conflito de personalidade, porque não consegue conciliar o trabalho com a família, os amigos e o namorado.

Lições do Filme: É possível refletir sobre missão, visão e valores, sobre até que ponto o profissional pretende chegar, quais são os seus limites e sobre qualidade de vida.

 

9.       Billy Eliot

Billy Elliot (Jamie Bell) um garoto de 11 anos que vive numa pequena cidade da Inglaterra, onde o principal meio de sustento são as minas da cidade. Obrigado pelo pai a treinar boxe, Billy fica fascinado com a magia do balé, ao qual tem contato através de aulas de dança clássica que são realizadas na mesma academia onde pratica boxe. Incentivado pela professora de balé (Julie Walters), que vê em Billy um talento nato para a dança, ele resolve então pendurar as luvas de boxe e se dedicar de corpo e alma dança, mesmo tendo que enfrentar a contrariedade de seu irmão e seu pai sua nova atividade.

Lições do Filme: Todo ser humano tem dentro de si uma força que são estruturas psíquicas  que os motivam a agir, influenciar, quebrar barreiras e perseguir seus sonhos. Explorar essa força e não se deixar que assassinem o sonho são fundamentais.

 

10.   Como treinar o seu dragão

Na ilha de Berk, os vikings dedicam a vida a combater e matar dragões. Soluço (Jay Baruchel), filho do chefe Stoico (Gerard Butler), não é diferente. Ele sonha em matar um dragão e provar seu valor ao pai, apesar da descrença geral. Um dia, por acaso, ele acerta um dragão que jamais foi visto, chamado Fúria da Noite. Ao procurá-lo, no dia seguinte, Soluço não consegue matá-lo e acaba soltando-o. Só que ele perdeu parte da cauda e, com isso, não consegue mais voar. Soluço passa a trabalhar em um artefato que possa substituir a parte perdida e, aos poucos, se aproxima do dragão. Só que, paralelamente, Stoico autoriza que o filho participe do treino para dragões, cuja prova final é justamente matar um dos animais.

Lições do Filme: Ensina muito sobre o processo de mudança e de como um padrão já estabelecido pode excluir alguém diferente da nossa forma de pensar e agir.  E quando há receptividade de novas ideias, os resultados podem ser acima das expectativas.

 

Fonte: www.adorocinema.com.br e www.vocesa.com.br

Deixe seu comentário

Faça o login usando um destes métodos para comentar:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s