Escolha seus liderados ou seria deixe-se escolher?

Eu sei nem sempre você chega numa organização e pode escolher seus liderados, eles estão lá e você precisa liderá-los.  Mas assim acontece quando você se dá conta que cresceu e que tem uma família, você não os escolheu, nasceu naquela família e ai?

Meu colega Francisco Fernandes, em 1987, explicou o conceito de que após os 15 anos, nós é que conquistamos nossos pais.  Achei interessante, pois é realmente isso que acontece.  Você está lá após muito tempo de convivência e agora cresceu, tem suas próprias ideias, planos e gostos.  Como administrar isso e não se tornar um “aborrecente”.  Negociando, influenciando, observando e aos poucos se deixando conhecer novamente pelos seus pais.

Claro afinal eles sempre te conheceram como aquela criança linda e adorável que eles geraram e dedicaram muito tempo, dinheiro e boa vontade para te transformar no homem ou mulher de respeito que eles sonharam desde que você foi concebido.  Mas você mudou e quer os seus próprios sonhos que são   completamente diferente, ao ponto de terem um estranho no lugar do seu filho.

Assim aconteceu naquela organização onde você entrou. Ali existia um gestor que bem ou mal, todos conheciam.  Ele não era melhor ou pior que você, mas apenas era um rosto conhecido, uma voz que com suas nuances revelava seu humor diário.  Mas você chega e agora eles precisam te seguir, mas e se você for um tirano ou pior ainda um “sobrinho” do diretor. E agora?

Bem tem uma palavra da Bíblia que amo muito e resume o que explicarei em seguida “Conhecereis a verdade e a verdade vos libertará.” João 8:32, é bem assim que acontece.  A medida que seus liderados te conhecem e que você se deixa conhecer, sendo verdadeiro com eles, uma nova dinâmica se estabelece.

Cria-se o ambiente para que eles possam te escolher ou não, e o mesmo acontece com você líder.  Esse momento da escolha começa a fluir de maneira natural e evolui a medida que os dias passa, e você deve sem medo se permitir passar por todos esses estágios, seja você sem forçar nada, e todos podem  ganhar muito nesse processo, principalmente você gestor.

Dedique tempo em sua agenda para cada um dos seus liderados, tenha momentos de descontração, aplauda os bons resultados, corrija os deslizes, celebre as realizações, instigue a criatividade, desculpe-se das falhas, ria dos seus deslizes, se permita ouvir cada um, não se envergonhe de não saber a resposta, busque ajuda se for o caso, admita seus erros e seja o líder que todos escolheram.

Deixe seu comentário

Faça o login usando um destes métodos para comentar:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s