Vento contrário…

…Compeliu Jesus os discípulos a embarcar…entretanto, o barco já estava longe, muitos estádios da terra, açoitado pelas ondas, porque o vento era contrário… (Mateus 14. 22a)

A vida cristã é uma experiência de provação constante. A verdadeira pregação do Evangelho pode garantir vida eterna, mas jamais poderá garantir que não haverá tempestades enquanto estivermos nesse mundo. A referência acima retrata um momento muito difícil – uma tempestade – vivido pelos discípulos do Senhor, homens do mar, enquanto Ele se ausentara para orar, e eles se encontravam remando em águas conhecidas…
Provavelmente esta seja a nossa realidade nesse momento. E mesmo tentando seguir Jesus, nos encontramos em meio a uma insustentável tempestade, diante de um dilema: parar ou continuar remando, obedecendo… “Ah, finalmente, Senhor, quando isso vai terminar, aonde este barco vai nos levar?”. É certo que obediência gera bênção, mas foi Jesus Quem mandou entrarem no barco. É fácil entender quando sofremos por ter feito algo errado. Mas, quando acontece o contrário… é muito difícil aceitar com mansidão.
A verdade é que quem faz o que é certo também sofre. E quando a tempestade chega e alcança o mar da nossa vida, muitas vezes buscamos o Senhor Jesus, mas só encontramos escuridão… O que quer nos ensinar Jesus quando demora tanto a responder? “As lágrimas podem durar a noite inteira, mas a alegria vem na aurora” (Salmos 30.5). Literalmente, foi esta a lição que os discípulos aprenderam no meio daquele mar revolto. Ah, o Senhor nunca se atrasa; Seu livramento chega, muitas vezes no limite, mas chega!
O que fazer enquanto a tempestade não passa? Remar, obedecer!
É desafiador demais. Mas precisamos entender que mesmo quando não O ouvimos, Ele está falando. Entender que os nossos desastres e tempestades não pegam o nosso Mestre de surpresa, e que todos os nossos dias já estão escritos… É nisso que reside a nossa esperança: saber que o Deus da história também é o Deus da tempestade… Aquele que faz a pior tempestade não durar para sempre…

Rev. Ricardo Cesar Vasconcelos

Deixe seu comentário

Faça o login usando um destes métodos para comentar:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s