Aproveite 2011 com três boas ideiais

por InformationWeek EUA  –  03/01/2011

Entre as dicas para aproveitar melhor o ano que se inicia estão ousadia e fazer o bem

Janeiro é sempre um bom mês. O ano recém terminado transforma em meras lembranças os desafios enfrentados nos meses passados. Muitos de nós aproveitamos um merecido período de descanso com a família e amigos. E o melhor de tudo, estamos ansiosos pelo ano que se inicia, trazendo novas oportunidades e possibilidades.

Como aproveitar ao máximo o ano que nos aguarda? Aqui estão três boas ideias para se considerar:

Menos é mais: sucesso estratégico não é apenas questão de fazer as melhores escolhas sobre os próximos passos. É também uma questão de decidir o que não fazer. Frequentemente nos tornamos vítimas de nosso próprio sucesso. Somos realizados no que fazemos. Dizemos “sim” com muita facilidade. E o resultado é bem evidente. Acabamos sobrecarregados e estressados. Nossa vida profissional perde seu equilíbrio e, em alguns casos, isso se reflete em nossa saúde física. Aprender quando e como dizer “não” é tão importante (se não, mais importante) quanto dizer “sim”. Decida quais atividades do ano passado precisam ser terminadas antes de iniciar novos projetos. Lembre-se que menos pode ser mais.

Seja ousado: estamos no meio de mudanças tectônicas – sejam causadas pelo crescimento de mercados emergentes ou pela rápida transformação da tecnologia. Não é hora de ser tímido. Você precisa pensar grande. Pensar no futuro. Pensar com amplitude global. Você precisa ser inovador. Precisa ser ousado para aproveitar as oportunidades. Os riscos existem, mas também há oportunidades, não importa qual seja sua área de atuação. Lembre-se que o que parece arriscado para você, é uma oportunidade para outra pessoa. Você é caça ou caçador?

Faça o bem: negócio nenhum pode ser bem sucedido em uma sociedade falida. Manter seu foco restrito ao desempenho de seu negócio não é mais o bastante. As fronteiras estão mudando. É preciso pensar além do negócio. Pensar em como colaborar com o contexto social no qual seu negócio opera. E não se trata apenas de um programa corporativo de responsabilidade social, mas de mudar o centro de seu negócio. É garantir que essa colaboração social esteja gravada no DNA de sua equipe.

O ano está apenas começando. Cabe a você aproveitá-lo da melhor maneira.

Não pude deixar de ler esse texto e republicar aqui, apesar de tê-lo twittado a alguns dias.  Mas quando gosto de um texto eu geralmente o guardo.  Mas vamos ver o que podemos adaptar para nossa vida pessoal

Menos é mais, o que devo dizer sim ou não na minha vida?  que tarefas devo acrescer ou retirar do meu dia a dia. Como ser menos exigente comigo mesmo e me dar mais tempo para estar refletindo e falando com Deus.

Seja ousado, ouso enfrentar o mundo e decidir seguir em frente, mesmo que não saiba para onde.  Ouso em que direção?  Quero ser caçador, escolhi caçar e as armas onde encontrar?

Faça o bem esse sempre foi o meu lema e os que me cercam pensam o mesmo? Se pensam, será que sabem como agir?

Deixe seu comentário

Faça o login usando um destes métodos para comentar:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s