Tessalonicenses


Em I e II Tessalonicenses Paulo revela os seguintes métodos e características de trabalho:

A conduta dos irmãos da igreja Tessalonicense geravam outros frutos, e Paulo deixa claro que o exemplo dos crentes é uma forma de divulgar o Evangelho, que agrada à Deus e os elege a vida eterna (I Ts 1:2-10). Muitos que viam a conduta da igreja se sentiam impulsionados a fazerem parte também.

Consolava aos cristãos em meio as perseguições que a igreja sofria, exortando-os a perseverarem, pois o cumprimento das promessas da volta de Senhor era certo, bem como ensinava e orientava os recém convertidos, mostrando os verdadeiros ensinos de Cristo (I Ts 2:13-16).

Elogiava a conduta dos caridosos e se manifestava feliz por isso, mas alertava que muitos se aproveitriam dessa generosidade. Censurava aos preguiçosos, e os exortava ao trabalho (I Ts 3:6-10).

Paulo defendia seu ministério, falando de sua coragem, sinceridade, chamada divina, desinteresse material e comportamento santo, irrepreensível e justo. Paulo muito preocupava-se com suas ovelhas e na defesa do seu ministério falou que seu comportamento não era por ganância, mas pelo zêlo e responsabilidade de cuidar das ovelhas, características de um verdadeiro servo de Deus (I Ts 2:1-12).

Deu ordens práticas de conduta para a vida cristã:
· Respeito e obediência aos líderes;
· Vida de paz uns para com os outros;
· Admostar aos insubmissos, não como inimigos, mas como irmãos;
· Amparar os fracos;
· Longanimidade para com todos os irmãos;
· Evitar que haja retribuição do mal com o mal;
· Alegrar-se sempre;
· Orar sem cessar;
· Dou graças à Deus;
· Não desprezeis profecias, mas ficai atentos com as falsas profecias (II Ts 2:1-5);
· Julgai todas as coisas e guardai o que é bom;
· Afastar-se de todo mal;
· Fala da necessidade da santificação e pureza sexual, pois o nosso corpo deve ser honra para Deus;
· Censura o fanatismo.

Paulo explicava as doutrinas da Bíblia para a igreja, de forma a prepará-los para que não caíssem em qualquer vento de doutrina estranha, respondendo a todos os questionamentos que a igreja pudesse ter (II Ts 2:6-12). O crescimento da igreja depende muitas vezes as satisfação do irmão em receber o ensino de Deus, de forma clara, e Paulo além de responder seus questionamentos ainda demonstrava interesse e atenção pela igreja ( I Ts 4:13-18).

Paulo era humilde e também carecia de orações. Pedia a igreja que orasse constantemente por ele e por seu ministério. 

 

Deixe seu comentário

Faça o login usando um destes métodos para comentar:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s