Reis de Israel

Jeroboão (931-910)
Ungido por Aías, fez-se rei sobre todo o Israel, reinou por vinte e um anos. Edificou Siquém em Efraim e passou a residir ali; edificou a Penuel, porém construiu dois bezerros para adoração do povo e levantou sacerdotes que não eram da cada de Levi, pois tinha medo de que indo o povo para Jerusalém, estes se voltassem para Roboão, foi sem dúvida uma artimanha política, mas começou um falso sistema substituto de adoração a Jeová (12:28). Esse pecado condenou todos os futuros reis do reino do Norte.
Em seu encontro foi um homem de Deus, de Judá para lhe proferir as Palavras do Senhor de que seu reino seria destruído pelo que Jeroboão ao estender sua mão para ordenar a prisão do profeta teve sua mão ressequida e não pode recolhe-la e o altar se fendeu, ao clamar o homem de Deus sua mão se curou.
Por causa dos seus pecados Aías, o profeta, ao ser consultado por sua esposa, ficou sabendo que seria eliminada a casa de Jeroboão toda e qualquer homem, e que Deus feriria a Israel e a arrancaria da terra boa e a espalhará para além do Eufrates.
Sua casa seria exterminada por completo. Seu reinado foi de 22 anos (I Rs 14:20)

Nadade (910-909)
Começou a reinar em Israel no segundo ano do reinado de Asa, em Judá e reinou por dois anos (1 Rs 15:25).
Era mau e foi ferido por Baasa, em Gibetone, no terceiro ano do reinado de Asa e passou a reinar em seu lugar.

Baasa (909-886)
Começou Baasa a reinar em Israel no terceiro ano do reinado de Asa, rei de Judá. Logo que começou a reinar matou a toda casa de Jeroboão.
Reinou Baasa por vinte e quatro anos (1 Rs 15:33). Fez tudo o que era mau perante o Senhor. Veio então a palavra do Senhor, por intermédio do profeta Jeú, contra Baasa dizendo que sua casa seria exterminada como a de Jeroboão, isso devido a tudo o que fez contra o Senhor e porque matará a casa de Jeroboão.

Elá (886-885)
No vigésimo sexto ano de Asa, rei de Judá, Elá, começou a reinar em Tirza, sobre Israel e reinou dois anos. (1 Rs 16:8)
Zinri feriu-o e o matou quando este estava em Tirza bebendo na casa de Arsa, seu mordomo, isto sucedeu no vigésimo sétimo ano do reinado de Asa, rei de Judá, e reinou em seu lugar.

Zinri (885)
Começou a reinar no vigésimo sétimo ano do reinado de Asa, reinou por sete dias (1 Rs 16:15).
Logo que começou a reinar, feriu a todos os descendentes de Baasa, não lhe deixou nenhum do sexo masculino, pelo que o povo ouviu dizer e no mesmo dia Israel constituiu a Onri rei.
Subindo Onri até Tirza juntamente com o povo, viu Zinri que estava cercado foi-se ao castelo da casa do Rei e o queimou sobre si e morreu.

Onri (885-874) – Os doze anos de Onri incluem os quatro anos em que Tibni tinha um reino rival ( 1 Rs 16;21-23)
Em seu reinado Israel se dividiu, em dois partidos : metade do povo seguia a Tibni, para o fazer rei, e a outra metade seguia a Onri, mas o povo que seguia a Onri prevaleceu e Tibni morreu.
No ano trigésimo primeiro de Asa, rei de Judá, Onri começou a reinar, e reinou doze anos (1 Rs 16:23).
Edificou Onri a Samaria, para onde ele muda a capital do norte, antes em Tirza. Fez Onri o que era mau perante o Senhor, fazendo Israel pecar com ídolos.

Acabe (874-853)
Começou a reinar, no ano trigésimo oitavo de Asa, rei de Judá e reinou vinte e dois anos
Fez o que era mau perante o Senhor, tomou por mulher a Jezabel, filha de Etbaal, rei dos sidônios e serviu a Baal.
Levantou um altar para Baal em Samaria e fez um poste-ídolo de maneira que irritou a Deus mais do que todos os reis de Israel que foram antes dele, o culto a Baal ficou sendo fácil já que os mesmos já haviam sido introduzidos a idolatria anteriormente, adorando a bezerros. Jezabel contratou 850 profetas de Baal e Aserá
Em seus dias Hiel, o betelita edificou a Jericó, e cumpriu-se o que falará Josué, no lançamento dos fundamentos, morreu Abirão seu primogênito e ao término Segube, seu último filho.
Elias, o Tesbita, disse a Acabe acerca da grande seca que viria sobre Israel, esse profeta tinha o propósito único de mostrar a Israel o poder supremo de Deus, pelo que os céus ficaram fechados por três anos, tornando-se um grande desafio para os adoradores de Baal, considerado o deus da agricultura e chuva.
Bem-Hadade, rei da Síria, pelejou contra Samaria, mas o Senhor entregou-os a Acabe, porém Acabe fez aliança com Bem-Hadade, o que não agradou ao Senhor.
Jezabel, esposa de Acabe, conspirou e matou a Nabote, para que Acabe tomasse posse da terra deste, pelo que a ira do Senhor se acendeu e disse "No lugar que os cães lamberam o sangue de Nabote, os cães lamberão o teu sangue" (1 Rs 21:19)
Eis que trarei o mal sobre ti e arrancarei a tua posteridade de sobre a terra. Fez Acabe grandes abominações perante o Senhor, porque sua mulher Jezabel o instigava.
Três anos se passou sem guerra entre a Síria e Israel, porém no terceiro ano desceu Josafá, rei de Judá e fez acordo com Acabe para recuperarem a Ramote-Gileade e Acabe foi morto, levado para Samaria o carro onde estava seu corpo foi lavado no açude de Samaria, os cães lamberam-lhe o sangue de Acabe, conforme predito.

Acazias (853-852)
Começou a reinar no ano dezessete de Josafá, rei de Judá reinou dois anos e fez o que era mau perante o Senhor, porque andou nos caminhos de seu pai Acabe e de sua mãe, serviu a Baal.
Quando adoeceu o profeta Elias profetizou de que não mais sairia do leito com vida.
Acazias mandou então que um capitão com cinqüenta homens para levar Elias perante o Rei, mas eis que Elias orou e o fogo os consumiu sucedeu isto por duas vezes, mas na terceira o capitão pondo-se de joelho perante o profeta, implorou a este que o acompanhasse, Elias obedecendo a ordenança de Deus o seguiu e confirmou perante Acazias sobre sua morte e tudo aconteceu conforme profetizado.

Jorão (852-841)
Jorão, irmão de Acazias, começou a reinar no lugar de seu irmão no décimo oitavo ano do reinado de Josafá, em Judá e reinou doze anos (2 Rs 3:1).
Fez o que era mau perante o Senhor, mas não como fora seu pai e mãe. Em seu reinado Mesa, rei dos moabitas se levantou contra Israel e Jorão pediu apoio a Josafá para irem contra mesa.
Eliseu proferindo as Palavras de Deus os confortou dizendo que entregaria os moabitas em suas mãos.

Jeú (841-814)
Eliseu unge Jeú, filho de Josafá, rei de Israel e lhe incumbe de exterminar a família de Acabe.
Jeú foi então ao encontro de Jorão e feriu a este como a Acazias, rei de Judá, logo após foi ao encontro de Jezabel que também pereceu conforme disse o Senhor.
Jeú fez o que era reto perante o Senhor destruir todos os da família de Acabe, bem como os adoradores de Baal, a casa e a coluna de Baal. Por causa disso o Senhor proferiu dizendo que "… teus filhos até a quarta geração se assentarão no trono de Israel"(2 Rs 10:30).
Mas Jeú não teve cuidado em guardar a lei do Senhor, então começou a diminuir os termos de Israel. Jeú reinou vinte e oito anos (2 Rs 10:36).

Jeoacaz (814-798)
No ano vinte e três de Joás, rei de Judá, começou a reinar Jeoacaz, sobre Israel e reinou dezessete anos.
Fez o que era mau perante o Senhor, o qual os entregou a Hazael, rei da Síria e Bem-Hadade, porém suplicando Jeoacaz ao Senhor, foi ouvido e teve vitória, contudo não se apartou dos pecados.

Jeoás (798-782)
No ano trinta e sete de Joás, rei de Judá, começou Jeoás a reinar, e reinou por dezesseis anos.
Fez o que era mau ao Senhor e fez pecar a Israel, pelejou contra Amazias, rei de Judá, quando soube que Eliseu estava doente, Jeoás desceu e chorou sobre ele, então Eliseu lhe disse toma o arco e a flecha, abre a janela para o oriente e atira, pelo que atirou, e Eliseu continuou dizendo que esta era a flecha da vitória contra os Siros, porque feriria os mesmos em Afeque, mas por ter apenas lançado três vezes, apenas três vezes teria vitória.

Jeroboão II (793-753) – Co-regência com o pai incluída no reino total
No décimo quinto ano de Amazias, rei de Judá, começou a reinar em Israel, e reinou quarenta e um anos (2 Rs 14:23).
Fez o que era mau perante o Senhor e restabeleceu os termos de Israel, segundo a palavra do Senhor. Conquistou Damasco e Hamate para Israel.

Zacarias (753-752)
No ano vinte e oito de Azarias, rei de Judá, reinou Zacarias, por seis meses (2 Rs 15:8)
Fez o que era mau perante o Senhor.
Salum conspirou contra ele e o feriu diante do povo, e reinou em seu lugar. Assim se cumpriu a palavra do Senhor a Jeú, que até a quarta geração seus filhos se assentariam no trono.

Salum (752)
Começou a reinar no ano trinta e nove de Uzias e reinou um mês.
Subindo a Tirza, Menaém feriu a Salum e o matou.

Menaém (752-742)
Desde o ano trinta e nove de Azarias, rei de Judá começou a reinar sobre Israel e reinou por dez anos.
Feriu a Tifsa e os seus termos desde Tirza e a todas as mulheres grávidas fez rasgar pelo ventre. Fez o que era mau perante o Senhor. Pagou a Pul, rei da Assíria para não ser invadido.

Pecaías (742-740)
No ano cinqüenta de Azarias, rei de Judá, começou a reinar Pecaías e reinou por dois anos (2 Rs 15:23).
Fez o que era mau perante o Senhor. Peca, seu capitão, conspirou contra ele e o feriu juntamente com cinqüenta homens.

Peca (752-732) – Os vinte anos incluem um reinado de doze anos em Gileade, como reino rival de Menaém e Pecaías.
No ano cinqüenta e dois de Azarias, rei de Judá, começou a reinar Peca, e reinou vinte anos ( 2 Rs 15:27).
Fez o que era mau perante o Senhor, veio Tiglate-Pileser, rei da Assíria e tomou a Ijom, a Abel-Bete-Maaca, a Janoa, a Quedes, a Hazor, a Gileade, a Galiléia e a toda a terra de Naftali, em 733 e desportou o povo.
Oséias conspirou contra Peca, o feriu e o matou.

Oséias (732-722)
No ano décimo segundo de Acaz, rei de Judá, reinou Oséias por nove anos.
Fez o que era mau perante o Senhor, veio então Salmaneser, rei da Assíria e os fez servos seu. Quando Salmaneser, pegou Oséias conspirando contra ele e o encarcerou, sitiando Samaria, por três anos, levando Israel para habitar em Hala, cidade dos medos.
Fez o rei da Assíria subir o povo da Babilônia para povoar em Samaria e estes temeram a Deus mas serviram aos seus deuses.
Os últimos trinta anos de Israel foram caracterizados por caos político, com cinco dinastias e quatro assassínio. A queda do reino do norte foi uma admoestação a Judá de que não iria tolerar idolatria em sua terra (Ez 23:11).

Interregno
Período entre dois reinados, não identificado por nenhum livro utilizado na pesquisa como uma época definida entre dois reis de Israel.
Mas entre o reinado de Zinri e Onri houve um intervalo de 4 anos no qual Tibni reinou.

Reis de Judá

Roboão (931-913)
Deixou o conselho dos anciãos para seguir o conselho dos jovens, de que deveria impor mais impostos ao povo. Começou a reinar com quarenta e um anos de idade e reinou por dezessete anos em Jerusalém (1 Rs 14:21).
Fez o que era mau perante o Senhor e edificou ali altos, estátuas, colunas e postes-ídolos.
No quinto ano do seu reinado foi atacado pelo rei do Egito, Sisaque que tomou todos os escudos de ouro que Salomão tinha feito, e este fez escudos de bronze para os seus homens.
Houve guerra entre Jeroboão e Roboão todos os dias.

Abias ou Abião (913-911)

No décimo oitavo ano do reinado de Jeroboão. Reinou por três anos (1 Rs 15:2).
Confiou no Senhor e ao pelejar contra Jeroboão, matou 500 mil homens e assim Israel foi humilhado. Abias perseguiu Jeroboão e lhe tomou as cidades de Betel, Jesana e Efrom, com suas respectivas vilas.
Mas não foi perfeito perante ao Senhor casou-se com quatorze mulheres.

Asa (911-870)

No vigésimo ano de Jeroboão, Asa começou a reinar. Reinou por quarenta e um anos (1 Rs 15:10).
Fez Asa o que era reto perante o Senhor, tirou os prostitutos-cultuais edificados por seu pai e removeu os ídolos. Teve vitória sobre os Etíopes.
Houve guerra entre Asa e Baasa, rei de Israel, todos os seus dias, porque Baasa edificou Ramá e subiu contra Judá, fez Asa aliança com Bem-Hadade, rei da Síria, e feriu a Ijom, Dã, a Abel-Bete-Maaca e todo o distrito de Quinerete, com a terra de Naftali, retirou-se Baasa, e Asa fez com que trouxessem pedras e madeiras de Ramá e edificou a Geba de Benjamin e a Mispa.

Jeosafá ou Josafá (873-848) – Co-regência com o pai incluída no reinado total
Josafá começou a reinar sobre Judá no quarto ano do reinado de Josafá, rei de Israel. Josafá, tinha trinta e cinco anos quando começou a reinar, e reinou vinte e cinco anos em Jerusalém (1 Rs 22:41-42).
Fez Josafá o que era reto perante o Senhor e promoveu conferências bíblicas, porém não derrubou os altos onde o povo ainda sacrificava, foi amado pelo povo, e os reinos não se levantaram contra ele, antes enviavam presentes. O seu reinado foi um dos mais prósperos desde Salomão.
Josafá viveu em paz com o rei de Israel, exterminou os prostitulos-cultuais e ajudou Acabe na peleja contra Ramote-Gileade. Estabeleceu Juízes nas cidades fortificadas para julgarem da parte de Deus. Os moabitas e os filhos de Amom pelejaram contra ele, mas não tiveram vitória.

Jeorão (848-841) – Co-regência com o pai incluída no reinado total
Reinou no lugar de Josafá, seu pai, no quinto ano do reinado de Jorão, rei de Israel. Tinha ele trinta e dois anos e reinou oito anos em Jerusalém (2 Rs 8:16-17).
Sua esposa era a filha de Acabe, e fez tudo o que era mau perante o Senhor.
Nos dias de Jeorão os edomitas se revoltaram contra ele, pelo que Jeorão levantou-se contra os edomitas; mas seu povo fugiu para as tendas, assim Edom para livrar-se do poder de Judá também Libna. Levantou-se contra eles também os filisteus e arábios, e estes levaram todos os tesouros da casa do rei, esposa e filhos.

Acazias (841)
No ano doze de Jorão, rei de Israel, começou a reinar Acazias, reinou em Jerusalém por um ano (2 Rs 8:25-26). Andou nos caminhos da casa de Acabe e fez o que era mau perante o Senhor.
Foi ferido pelos Siros. Ao visitar Jorão, rei de Israel que estava doente, e foi morto por Jeú, rei de Israel, quando este tomou o trono de Israel.

Atalaia (841-835)
Atalaia destruiu toda descendência real, após a morte de Acazias, seu filho e reinou seis anos.
Mas Joseba, irmã de Acazias tomou Joás, filho de Acazias e o escondeu na casa do Senhor por 6 anos, enquanto Atalaia reinava.
No sétimo ano Joiada, aliou-se a Jeoseba e constituíram Joás, rei de Judá. Foi morta ao entrar na casa do rei.

Joás ou Jeoás (835-796)
No sétimo ano de Jeú, começou Joás a reinar, e reinou quarenta anos em Jerusalém.
Joiada, o sacerdote, fez aliança entre o Senhor, o rei e o povo, então o povo despedaçou todos os altares e imagens e mataram aos sacerdotes de Baal.
Fez Joás o que era reto perante o Senhor, enquanto Joiada o dirigia, reparou a casa do Senhor. Morrendo Joiada, vieram os príncipes de Judá e o corromperam, por isso, Zacarias, filho do sacerdote, lhe pronunciou a Palavra do Senhor "Porque deixastes o Senhor também ele vos deixará.
Os servos de Joás conspiraram contra ele e o mataram, e seu filho Amazias começou a reinar.

Amazias (796-767)
No segundo ano de Jeoás, rei de Israel começou a reinar Amazias, e reinou vinte e nove anos em Judá (2 Rs 14:1-2).
Fez o que era reto perante ao Senhor, ainda assim não tirou os altos e o povo sacrificava e queimava incenso nos altos.
Após confirmado o seu reinado, matou todos os servos que tinham matado seu pai, mas aos seus filhos deixou viver. Na guerra contra Edom feriu 10 mil edomitas. Mediu forças contra Israel por imprudência em 790, porém foi aprisionado e Jerusalém saqueada, porque se desviou dos caminhos do Senhor e adorou os deuses dos edomitas.
Conspiraram contra Amazias e o mataram em Jerusalém.

Uzias ou Azarias (792-740) – Co-regência com o pai incluída no reinado total
No ano vinte e sete de Jeroboão, rei de Israel, começou a reinar Azarias, e reinou cinqüenta e dois anos (2 Rs 15:1-2).
Fez o que era reto perante o Senhor, porém os altos não tiraram e o povo continuava a sacrificar e queimar incenso. Edificou Elote, buscou ao Senhor e foi próspero. Guerreou contra os filisteus, arábios e meunitas. Teve renome e foi admirado pelos outros reinos.
Foi ferido pelo Senhor de lepra até sua morte e habitava numa casa separada, porquanto transgrediu a lei, entrando no templo e queimado incenso no altar, sem ser consagrado ao sacerdócio.

Jotão (750 – 732) – Co-regência com o pai incluída no reinado total
No ano segundo de Peca, rei de Israel, começou a reinar Jotão, rei de Judá, e reinou por dezesseis anos (2Rs 15:32-33)
Fez o que era reto perante o Senhor, e em tudo procedeu segundo seu pai Uzias. Ele edificou a porta de cima da casa do Senhor e em Ofel fez muitas obras.
Naqueles dias começou o Senhor a enviar contra Judá a Rezim, rei da Síria e Peca, que foram derrotados e lhe deram por 3 anos tesouros, para pagar pela sua derrota.

Acaz (743-728) – Co-regência com o pai incluída no reinado total
No ano dezessete de Peca, começou Acaz a reinar, e reinou por dezesseis anos (2 Rs 16:1-2).
Fez o que era mau perante o Senhor, sacrificando o seu filho e queimando incenso em árvores e nos altos, sacrificou aos deuses de Damasco e Síria.
Aliou-se ao rei da Assíria, para ir contra o rei da Síria e o rei de Israel, que o derrotou e levou 200 mil pessoas do seu povo cativo, que foram soltas segundo o Senhor ordenou por meio do profeta Odebe, "O Senhor humilhou Judá, por causa de Acaz".

Ezequias (728-698)
No terceiro ano de Oséias, rei de Israel, começou a reinar Ezequias e reinou por vinte e nove anos (2 Rs 18:1-2).
Fez o que era reto ao Senhor, removeu os altos, quebrou a serpente de ouro, ordenou que o povo, os sacerdotes e levitas se santificassem.
Por ter confiado no Senhor e se entregado a Ele, foi bem sucedido em tudo o que fazia, levantou sacerdotes para purificarem o templo e celebraram a Páscoa, de emergência, se não fosse por isso teria recebido o mesmo castigo dos Israelitas.
Feriu também os filisteus até Gaza e não se curvou ao rei da Assíria. Quando estava doente, orou ao Senhor e pediu a Ele para não o levar e Deus lhe acrescentou quinze anos de vida, porquanto chorou e se humilhou diante de Deus. Mostrou aos Babilônicos os tesouros da casa do Senhor, por imprudência.
Em seu reinado houve a invasão assíria da palestina ocidental por Sagom e Senaqueribe, tomando Asdode e muitas cidades e tornando Jerusalém uma cidade ilhada. Em 701 houve um julgamento miraculoso do exército de 185.000 assírios quando Ezequias se voltou para o Senhor a conselho de Isaías.

Manassés (698-643)
Tinha Manassés doze anos quando começou a reinar, e reinou cinqüenta e cinco anos em Jerusalém (2 Rs 21:1).
Fez o que era mau perante ao Senhor, edificou os altos que Ezequias havia destruído, queimou seu filho em sacrifício, adivinhava pelas nuvens e colocou imagem de escultura na casa do Senhor.
Pelo que Deus, por meio de seus profetas disse, "Estenderei sobre Jerusalém o cordel de Samaria e o prumo da casa de Acabe…" ao ser preso em 650 Manassés é atado e levado cativo para a babilônia pelo exército do rei da Assíria, se humilhou perante o Senhor, e Este o fez voltar a Jerusalém, onde tirou os deuses estranhos e ídolos da casa do Senhor, restaurou o altar do Senhor e ordenou ao povo que servissem à deus.

Amom (643-641)
Tinha vinte e dois anos quando começou a reinar e reinou dois anos em Jerusalém (2 Rs 21:19).
Abandonou ao Senhor e seguiu os passos de seu pai Manassés. Seus servos conspiraram e o mataram em sua própria casa, porém o povo matou os conspiradores e constituíram Josias rei.

Josias (641-609)
Tinha oito anos de idade, quando começou a reinar, e reinou trinta e um anos em Jerusalém.
Fez o que era reto perante o Senhor. No oitavo ano do seu reinado solicitou ao sacerdote Hilquias, que procedesse a reconstrução do templo, foi quando a Palavra do Senhor foi encontrada.
Josias ao saber as Palavras contidas no Livro da Lei, por intermédio de Hilquias, se humilha perante Deus e pede que o sacerdote consultasse ao Senhor. Deus confirma suas Palavras, mas assegura a Josias paz durante o seu reinado.
A aliança do Senhor é renovada pelo rei diante de todo o povo. Josias ordenou que a casa do Senhor , bem como toda cidade fosse limpa dos postes-ídolos, utensílios de Baal e os queimou em Cedrom, assim como destituiu os sacerdotes que queimavam incensos a Baal, profanou a Tofete para que não houvesse mais sacrifícios humanos a Maloque.
Fez tudo quanto estava na Lei de Moíses, porém não se apagou a ira do Senhor contra Jerusalém.
Pelejou contra Neco, rei do Egito, e foi morto por flecheiros, apesar de Neco o haver prevenido de que não deveriam lutar, pois a guerra era contra Carquemis.

Jeoacaz (609)
Começou a reinar com vinte e três anos e reinou por três meses (2 Rs 23:31).
Fez o que era mau perante o Senhor, foi preso por Faraó-Neco, em Ribla, Hamaté, para não reinar em Jerusalém e impôs a Jerusalém pena de cem talentos de prata e um de ouro.

Jeoaquim (609-598)
Faraó-Neco constituiu Eliaquim, filho de Josias, rei e lhe trocou o nome para Jeoaquim (2 Rs 23:34) e tinha vinte e cinco anos quando começou a reinar e reinou onze anos ( 2 Rs 23:36)
Fez o que era mau perante o Senhor, subiu Nabucodonozor contra Judá e Jeoaquim o serviu por três anos, e então se rebelou em 586, pelo que Jerusalém e o templo foram destruídos. Enviou o Senhor ainda os caldeus, Siros e moabitas, para que se cumprisse o que dissera o Senhor, por causa dos pecados de Manassés.
O povo foi deportado para a Babilônia em três levas, em 606, 597 e 586, ficando apenas os pobres, esta ocorrência aboliu muitos rituais e costumes que jamais foram restaurados plenamente.

Joaquim (598-597)
Tinha dezoito anos quando começou a reinar e reinou três meses em Jerusalém (2 Rs 24:8).
Fez o que era mau perante o Senhor. Babilônia sitiou a Judá e Nabucodonozor levou cativo à Joaquim e os seus servos e oficiais, num total de dez mil homens, os tesouros da casa do Senhor e do palácio, foram também levados, restando apenas o povo, foi liberado mais tarde em babilônia.

Zedequias ou Matanias (597-586)
Nabucodonozor estabeleceu Matanias, tio paterno de Joaquim para rei de Judá e lhe trocou o nome para Zedequias (2 Rs 24:17). Zedequias tinha vinte e um anos quando começou a reinar e reinou onze anos em Jerusalém (2 Rs 14:18)
Rebelou-se contra o Rei da babilônia e este sitiou a Jerusalém e colocou tranqueiras ao redor, quando o povo já não podia mais suportar a fome, arrombou a cidade e fugiram.
Zedequias fugiu, mas foi capturado pelo exército caldeu que o levaram ate o rei da Babilônia, seus filhos foram mortos e seus olhos vazados. Mais tarde Nabucodonozor foi a Jerusalém e queimou a casa do senhor e toda a cidade.

Bibliografia

Bíblia Anotada
Editora Vida

Conheça Melhor o Antigo testamento
Stanley A. Ellisen
Editora Vida 

 

Deixe seu comentário

Faça o login usando um destes métodos para comentar:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s