Mulheres da Bíblia

 

Mulheres da Bíblia

Eva – primeira mulher mencionada na Bíblia. Deus criou a mulhar para ser ajudadora do homem. Deus criou a Eva para ser feita esposa de Adão como a Igreja é a esposa do segundo Adão: Jesus Cristo.
Ela foi formada da costela de Adão, o lado ferido dele. A igreja teve sua origem no sofrimento de Jesus que literalmente foi transpassado por uma lança.

Sara – mulher de Abraão, não podia ter filhos, mas Deus havia prometido dar-lhe um filho, Sara concebeu na sua velhice, e deu a Abraão um menino chamado Isaque. (Gn 21:1-8).

Rebeca – Filha de Betuel, moça muito formosa, casou-se com Isaque, filho de Abraão. Era estéril, seu marido orou ao Senhor e ela deu a luz a gêmeos. O primeiro a sair foi Esaú e depois nasceu Jacó. Rebeca cometeu i erro de mostrar predileção por um dos filhos, amava mais a Jacó. (Gn 24 e 25:19-34)

Ana – Seu nome significa graça, casada com Elcana, não podia ter filhos era uma mulhar atribulada. com amargura de alma orou ao Senhor, o sacerdote Eli prestando atenção em sua boca pensou que estivesse embriagada; porém, Ana respondeu: estava derramando a alma ao Senhor. Então lhe respondeu Eli: "Vai-te, e o Deus de Israel conceda a tua petição. Ana concebeu e deu a luz a Samuel." I Sm. 1:1-28

Raabe – era prostituta, morava em Jericó, em sua casa, sobre o muro da cidade, esconderam-se os espias de Josué, que lhe falaram do Senhor dos Exércitos. Ela acabou acreditando em deus e colocou-se ao lado do povo eleito. Foi salva da destruição de Canaã por sua fé e por obras despertadas pela fé. Naturalizou-se israelita. Casou-se com um judeu Salmon, da linhagem de Judá. Teve um filho chamado Boaz e um bisneto, Davi, o rei de Israel. Js 2:1-8 e 6:25

Rute – era órfã, moabita uma nação fora do pacto, um povo que sempre foi inimigo de Israel, casou com Boaz em segunda núpcias, teve um filho chamado Obede. Rute era avó de davi. Mas Rute ficou famosa pelo que declarou a Noemi (sogra): "O teu povo ;e o meu povo, o teu Deus é o meu Deus". Rt 1:16

Bate-Seba – era mulher formosa. Morava em jerusalém numa casa próxima ao palácio. Era casada com uma lata patente do exército, chamado Urias. Envolveu-se num escândalo sem igual na história de Israel. Na ausência do marido, que estava no campo de batalha, se expôs o suficiente para despertar desejo ao rei e com ele adulterou. Por tudo isto, ela sofreu amargamente junto com o rei davi. Deus lhe tirou o filho ad ulterino. Mas a perdoou e lhe deu outro filho, Salomão a quem fez herdeiro do trono. 2 Sm 11

Débora – seu nome significa abelha, era profetisa, falava em nome de Deus. Revelou-se uma mulher decidida quando no meio do maior perigo que envolvia a nação de Israel, demonstrou ânimo, coragem, otimismo e absoluta confiança em deus. Governou o povo de Deus durante quarenta anos. Débora salvou israel dos cananeus, e celebrou a vitória com um cântico que expressava louvor. Jz 4:4 e Jz 5

Isabel – casada com um sacerdote chamado Zacarias; descendia da tribo de Arão. Era justa e irrepreensível diante de deus. Era estéril e de idade avançada. O que parecia castigo revelou-se em benção. Provou que a especialidade de Deus é o impossível. Concebeu e deu a luz a um menino chamado João Batista. Lc 1

Maria (mãe de Jesus) – Morava em Nazaré, na galiléia. Namorava um carpinteiro chamado José. Queria se casar com ele. Jovem, pobre, , santa, pura e virtuosíssima, veio a ser a mulher mais famosa do mundo, porque através dela "o verbo se fez carne e habitou entre nós". Prima de Isabel, foi visitada pelo anjo Gabriel, e recebeu a notícia do nascimento de Jesus, foi mansa e submissa. Tornou-se bem aventurada. Lc 1:26-48

Maria de Betânia – Discreta, calma e sensível, irmã de Marta e Lázaro amigos de Jesus. Sentava-se aos pés de Jesus como hábito, tinha fome e sede da Palavra de Deus. Entrou numa reunião festiva com um vaso de nardo puro, desejou honrara ao mestre com o derramamento do perfume. Não temeu as críticas dos outros; tornou-se uma mulher de visão espiritual. Recebeu de Jesus a graça de seu perfume ter permeado o mundo inteiro até os nossos dias. Lc 10:39, Mt 4:4, Mc 14:3 e 9.

Lídia – Descendente de um povo acostumado a negocias, Lídia vendia púrpura, era muito valiosa. Seus clientes deviam ter muito dinheiro, e ser muito importante, mas havia um vazio em seu coração. A Bíblia nos fala que Lídia era temente a Deus, não conhecia salvação em Jesus Cristo, nem a segurança da vida eterna. Lídia tinha se disposto e o Espírito Santo de Deus abriu o seu coração; ela testemunhou publicamente sua fá, sendo batizada juntamente com os de sua casa, pessoas que chegaram ao conhecimento de Jesus, através de Lídia. Abriu sua casa para os irmãos, e para Paulo e Silas depois que saírm da prisão.

Hulda – era casada com Salum, o guarda-roupa do palácio. Hulda era reconhecida como profetisa do Senhor, ela exerceu esse ministério ao mesmo tempo que Jeremias e Sofonias. Qual a situação do povo ? – Manassés havia reinado por mais de 50 anos fazendo o que era mau perante o Senhor. Dentro desse ambiente de maldade surge o rei Josias coroado aos 8 anos de idade. Foi rei justo e fiel a Deus. Hulda gozava de intimidade com o senhor, pois ela pode discernir o propósito divino para o povo assim que foi consultado. Também possuía conhecimetno da Lei, para aplicá-la às necessidades e à realidade do povo de Deus. Houve arrependimento sincero, e compromisso com o Senhor. Esse é o compromisso do Senhor, ao comunicar ao povo sua mensagem pela boca do profeta. II Cr. 24:22-33


 
 

Deixe seu comentário

Faça o login usando um destes métodos para comentar:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s