Fé (by Renata)

Rm 4:1-8 – Autor: Paulo Data : 58 A.D.
Tg 2:14-26 – Autor: Tiago, irmão de Jesus Data : 45-50 d.C ou 60 d. C.

Vemos nos dois textos acima diferentes formas de apresentar o tema fé, para entendermos melhor abaixo segue um paralelo do que pensa cada um dos autores:

Segundo Tiago uma fé não operante, morta, espúria não pode salvar ninguém? Tiago não afirma que as obras salvem, mas que uma fé sem boas obras é uma fé morta.

Tiago não estava refutando a doutrina paulina da justificação pela fé verdadeira, mas uma perversão desta doutrina. Podemos assim dizer que Paulo crê nas obras de piedade tanto quanto Tiago (II Co 9:8; Ef 2:10; I Tm 6:17-19; Tt 3:8). Tiago crê na fé salvadora tanto quanto Paulo (Tg 1:3, 4, 6 ; 2:5). A contradição aparente explica-se pelo fato de ambos usarem as palavras "fé", "obras" e "justificação", mas com diferentes significados para estes termos.

Tanto Paulo quanto Tiago definem a fé como uma confiança em Cristo viva e produtiva. A fé genuína não pode ser "morta"para a moralidade, nem estéril de boas obras. Ou seja, a fé que Tiago tem em vista é a mera aceitação intelectual da verdade, tal como a fé que os demônios têm em Deus (2:19). A fé que Paulo tem em vista coloca a pessoa em união vital e consciente com Deus.

Tiago ilustra essa fé espúria ao dizer: "se um irmão ou irmã estiverem carecidos de roupa e necessitados do alimento cotidiano e qualquer dentre vós lhes disser: "Ide em paz, aquecei-vos, e fartai-vos, sem contudo, lhes dardes o necessário para o corpo, qual é o proveito disso?"

As obras que Paulo têm em vista, são as obras mortas do legalismo. As obras que Tiago tem em mente são os frutos do amor de Deus disseminados no coração pelo Espírito Santo

A justificação mencionada por Paulo, é o ato inicial pelo qual Deus pronuncia a sentença de absolvição para o pecador e lhe imputa a justiça de Cristo. A justificação da qual fala Tiago é a santidade contínua da vida que prova ser o crente um verdadeiro filho de Deus.

Paulo tem em mente a base da salvação; Tiago, o fruto. Paulo fala do princípio da vida cristã; Tiago de sua continuação. Paulo está condenando as obras mortas; Tiago, a fé morta; Paulo destrói a confiança vã do legalismo; Tiago, a confiança vã de quem meramente professa o cristianismo.

Um exemplo disso foi que nos dois exemplos o mesmo homem foi citado, vejamos:

Nos escritos de Paulo, Abraão foi justificado, significando que ele era pessoa justa aos olhos de Deus, no início do seu chamado.
Abraão foi justificado pela fé e não pelas obras, desta forma Paulo apresenta a fé de Abraão por ele crer em Deus e com Ele ter feito uma aliança, da qual Deus prometeu-lhe fazer pai de uma grande nação.

Tiago fala da justificação de forma a demonstrar que alguém é justo perante Deus e os homens, apresenta Abraão 30 anos depois da aliança com Deus, em que levou Izaque pela fé para ser sacrificado, confiando de que Deus na hora exata proveria o holocausto.

Segundo podemos entender, uma passagem apenas complementa a outra, não contradizendo em nada os ensinos que Deus tem a nos transmitir, se tivermos fé e não colocá-la em prática, como poderemos produzir frutos. Alguns cristãos vivem murmurando ao invés de ir a luta pelos seus objetivos, não adianta dizer tenho fé e não seguir em seu caminho, Deus faz a parte dele, mas nós temos a nossa.

Esse estudo de Tiago vêm de forma a nos alertar de que devemos prosseguir com o nosso ministério, não apenas aceitar a Cristo e pronto acabou, já estamos salvos, não é mais necessário fazer nada, em outras palavras, a conquista dos galardões começa agora com as nossas obras, não frias pois de nada se aproveitam, mas segundo o Espírito Santo nos capacita.

Realmente vemos muitos pregando as obras em diversas religiões como forma de alcançar a salvação, mas sem crer em Deus. Nossa atitude em relação as obras deve ser a de cooperar pelo bem-estar dos nossos irmãos em Cristo Jesus. 

Deixe seu comentário

Faça o login usando um destes métodos para comentar:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s