Atraindo a atenção de Deus (parte 2) (By Pr. Laerte Augusto – ICS)

Estudo para Células – 37

Atos 10

Introdução: na semana passada começamos a ver qualidades na vida de Cornélio que chamaram a atenção de Deus. Vimos que Cornélio era piedoso, o que fazia dele uma pessoa quebrantada e sensível às coisas de Deus. Vimos também que ele era temente a Deus e o quanto isso é importante para que Deus se revele a nós. Vimos também que Cornélio influenciava positivamente a sua casa, seus familiares estavam com ele na busca das coisas de Deus. E, por último, vimos que Cornélio era um homem de ação, o seu desejo de conhecer o Deus Vivo fez com que ele ajudasse aos pobres dando a eles muitas esmolas.

Nessa semana, veremos mais três aspectos da sua vida que fizeram com que Deus respondesse ao seu clamor. Veremos também o que faltava para ele e como Deus supriu a sua necessidade.

1. Cornélio era um homem de oração: o versículo 2 termina dizendo que Cornélio orava de contínuo a Deus. A oração fazia parte da sua vida, mesmo sem saber direito quem Deus era, o temor e o respeito que existiam no seu coração fizeram com que ele orasse constantemente, o que traduziu a sua fome de Deus. Às vezes, pensamos que Deus só vai ouvir aquele que sabe fazer orações bonitas e bem formuladas. Na verdade, Deus está interessado na fome e na sede que há no interior das pessoas, mesmo sem saber como fazer, elas conseguem atrair a atenção de Deus com as sua orações pelo fervor que existem nos seus corações.

Separe um tempo do seu dia para dedicá-lo totalmente a Deus. Fale com Ele, use de sinceridade falando como se fala a um amigo. Ore em nome de Jesus, pois é assim que a Bíblia nos ensina: “E tudo que pedirdes em meu nome, isso farei, a fim de que o Pai seja glorificado no Filho”.

2. Cornélio era um homem disposto a ouvir: quando Pedro chega a casa de Cornélio, do versículo 30 ao 32, ele conta ao apóstolo como foi a visão que ele teve, e como foi a orientação recebida do anjo para que mandasse mensageiros a Jope com o objetivo de trazer Pedro até a sua casa. No versículo 33, depois de explicar essas coisas a Pedro, ele diz: “Agora, pois, estamos todos aqui, na presença de Deus, prontos para ouvir tudo…”

Havia em Cornélio uma disposição para ouvir. Quem quer atrair a atenção de Deus tem que aprender a ouvir. Muitas pessoas não ouvem ninguém, são comandadas exclusivamente por aquilo que pensam e imaginam e cada vez mais vão de mal a pior. Muitos querem até mesmo uma oração, uma prece, uma intercessão, mas não há nenhum interesse em ouvir aquilo que Deus traz para o homem por intermédio dos seus servos. É interessante notar que o anjo trouxe uma orientação para Cornélio de como poderia receber algo que ele tanto precisava da parte de Deus. Todavia, o anjo limitou-se a dizer que Cornélio teria que receber o que ele precisava através de Pedro, o servo de Deus. Muitas vezes, muitas pessoas deixam de receber o que Deus tem para elas, porque não estão dispostas a ouvir a Palavra do Senhor que está nos lábios dos seus servos.

3. Cornélio era um homem disposto a obedecer: no mesmo versículo 33, após dizer que ele estava pronto a ouvir, Cornélio acrescenta: “… o que te foi ordenado da parte do Senhor”. Essa declaração de Cornélio nos leva a compreender que ele estava disposto a ouvir porque estava disposto a obedecer. Muitas vezes queremos sugestões para a nossa vida, mas não queremos ordens. Cornélio queria ouvir aquilo que fora ordenado pelo Senhor, havia disposição em sua vida para a obediência. Você sabia que a obediência precede a bênção? Antes de sermos abençoados, Deus nos dará a oportunidade de obedecê-lo. E quando obedecemos, a bênção é liberada. O próprio fato dele atender àquilo que fora dito pelo anjo (5) – que enviasse mensageiros a Jope para trazer o apóstolo Pedro – revela o caráter de uma pessoa obediente. Não se iluda, é necessário aprender a obedecer; e a nossa obediência fará com que Deus mova a sua mão em nosso favor.

4. Cornélio não tinha revelação de Deus: até agora, nós vimos qualidades na vida de Cornélio que saltaram aos olhos de Deus, atraindo a sua atenção. Entretanto, Cornélio não sabia quem Deus era, muito menos como a salvação poderia chegar à sua casa. Tudo o que ele fazia era segundo a sede do seu coração em estar mais perto de Deus, e realmente funcionou, pois Deus olhou para ele. Porém, faltava àquele centurião romano a revelação do poder de Deus, e o verso 44 diz que Pedro ainda estava falando e o Espírito Santo veio sobre todos os que estavam ouvindo a Palavra.

Conclusão: os sete aspectos da vida de Cornélio, que foram vistos nessas duas semanas, mostram um homem sedento por Deus. Quem tem sede de Deus certamente receberá revelação dele. Portanto, volte-se para Deus, busque-o com todo interesse da sua alma e você atrairá a sua atenção, e isso fará toda a diferença na sua vida. Lembre-se em todo tempo que “Jesus é o caminho, a verdade e a vida, e ninguém vai ao Pai senão por ele”. (João 14:6) 
 

Deixe seu comentário

Faça o login usando um destes métodos para comentar:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s