Atitudes Corretas (By Pr. Laerte Augusto – ICS)

Estudo para Células – 16

Provérbios 16:1-3

Introdução: o proverbista expõe nesses três versículos a distância existente entre os nossos planos e os planos de Deus. Muitas vezes achamos que aquilo que planejamos será o melhor para nossa vida, entretanto, mais adiante compreendemos que estávamos iludidos pela nossa própria opinião. É próprio do coração do homem “o fazer planos”, todavia, a resposta certa vem do Senhor. Aparentemente, todos os caminhos são puros aos nossos olhos, quando queremos ardentemente uma coisa, não levamos em conta os desdobramentos que aquilo pode produzir em nossa vida. O verso 2 diz que o homem pode ser levado por seus impulsos, mas “o Senhor pesa o espírito”. Esta é a razão pela qual devemos atender o apelo do versículo 3 que nos convoca a “confiar ao Senhor as nossas obras”, pois, assim, os nossos desígnios serão estabelecidos. Compreendido isso, precisamos também entender que confiar ao Senhor as nossas obras significa manter atitudes corretas. Existem cinco atitudes que devemos tomar com relação à nossa vida, quando assim fazemos, alcançaremos uma vida abençoada e conseqüentemente em paz.

1. Auto-estima – a auto-estima é a minha atitude correta comigo mesmo. Muitas pessoas são injustas com elas mesmas, não se dão o devido valor e com isso vivem presas à uma auto-imagem negativa. Tornam-se medrosas e improdutivas, pois acham que são incapazes de fazer alguma coisa que mereça destaque. Ninguém pode ser feliz se não souber se relacionar consigo mesmo. Reconhecer as nossas limitações e colocá-las diante de Deus, é o que se deve fazer, ao invés de entregar-se à autopunição. Muita gente, por ter sido criada num ambiente sem amor, tem dificuldade de se aceitar e acaba se tornando extremamente severa consigo mesma, e essa exigência exagerada gera um autoconceito depreciativo. Jesus disse que devemos amar ao nosso próximo como a nós mesmos. Amar a si mesmo, na medida correta, é auto-estimar-se e essa é a atitude correta que tomamos com relação a nós mesmos.

2. Amor – o amor é a minha atitude correta com os outros. Envolve os nossos relacionamentos, e os nossos relacionamentos devem ser permeados de amor. O amor é o que me leva a me relacionar corretamente com as pessoas. Quando amamos, não beneficiamos somente aqueles que recebem o nosso amor, mas também beneficiamos a nós mesmos, nossos sentimentos são protegidos pela atitude de amar, essa é uma das razões pela qual Jesus nos ordenou a amar o próximo. Viver em uma atmosfera de amor produz saúde emocional; por outro lado, quando não amamos, somos tomados por sentimentos negativos que destroem a nossa alma.

3. Fé – a fé é a minha atitude correta com Deus. Envolve a nossa espiritualidade, e a nossa espiritualidade está baseada na fé que temos em Deus. Romanos 1:17 diz que “o justo viverá por fé”; Hebreus 11:6 afirma que “sem fé é impossível agradar a Deus”; e, ainda, em 1 Jo 5:4 diz que “tudo que é nascido de Deus vence o mundo; e esta é a vitória que vence o mundo, a nossa fé”. Tudo isto está além do mundo dos sentimentos, não andamos pelo que sentimos, mas pela promessa de Deus, por aquilo que Ele já nos deu por escrito, isto é, a sua imutável Palavra. Por isso, Paulo nos ensina a não “atentar para as coisas que se vêem, mas nas que se não vêem, porque as que se vêem são temporais, e as que não se vêem são eternas”.

4. Esperança – a esperança é a nossa atitude correta com o futuro. Ela deve nos alimentar todos os dias, combatendo o pessimismo e renovando o nosso ânimo. Obviamente, a esperança está relacionada com aquilo que ainda não aconteceu, e o que ainda não aconteceu é o nosso futuro. Quando temos um coração esperançoso, somos tomados de uma expectativa de que algo de bom acontecerá conosco; conseqüentemente, nos tornamos otimistas, e passamos a olhar a vida numa perspectiva positiva. Muitas pessoas, por não cultivarem um coração esperançoso, vivem sem sonhos, sem objetivos e sem metas. A esperança, renovada todos os dias, produz confiança e certeza de que o nosso futuro será sempre melhor do que o nosso presente.

5. Perdão – o perdão é a atitude correta com o meu passado. É a atitude mais inteligente que o ser humano pode tomar, porque o perdão libera o passado e não compromete o futuro. Também é óbvio dizer que o perdão é a nossa relação com o passado, já que não há como perdoar as ofensas que ainda sofreremos. O perdão está ligado àquilo que um dia fizeram contra nós: as feridas que nos fizeram, os abusos que sofremos, as mágoas produzidas no nosso interior, etc. Pedir perdão e conceder perdão são ações que libertam a nossa alma, se não formos sábios, o nosso passado pode nos prender. Está é a razão pela qual afirmamos que a nossa atitude correta com o nosso passado é o perdão. Quando assim agimos, estamos nos desembaraçando das coisas que ficaram para trás e liberando o nosso presente, e, ao mesmo tempo, projetando um futuro que será vivido em liberdade. 

Deixe seu comentário

Faça o login usando um destes métodos para comentar:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s