Antropologia (by RVLopes)

Antropologia Missionária
· Estudo do homem.
· A ciência que estuda os grupos humanos.
· A ciência que estuda o ser humano.

Antropologia Física
· Estuda os primatas
· Genética
· Evolução
· Medidas do corpo humano
· Descrições das características físicas dos povos.

Antropologia Cultural
· Estuda as culturas pré-históricas.
· Etnologia
· Folclore
· Organização social
· Cultura e personalidade
· Aculturação
· Aplicação da antropologia aos problemas humanos.

Etnia – grupamento humano homogêneo nas suas diversas características lingüísticas.

Étnico – relativo à povo ou raça.

Cultura – É o modo de vida de cada país.

Aculturação – adaptação ao modo de vida de um determinado país.

Cultura civilizada
Tem maior variedade de escolhas todas aceitáveis dentro de uma sociedade.

Cultura primitiva ou pré-letrada
Não há tantas possibilidades tanto para o homem como para a mulher.

Podemos classificar a cultura em material, social, religiosa, lingüística, estética, musical, artística, etc.

Como funciona a cultura e seus traços?
Para sabermos como funciona uma cultura, não basta fazermos uma descrição do que observamos do comportamento humano naquela sociedade. É necessário que entendamos o porque dos acontecimentos – a lógica da cultura.
Todos os traços culturais possuem um propósito, muitas das nossas atitudes são determinadas pelo fator da necessidade real. Para nós é necessário comprar sapatos novos, quando o que temos já está velho e usado. Isto é uma realidade. Mas muito dos nossos hábitos culturais são determinados pelo fator da necessidade imaginária.
Relativismo cultural
É a teoria filosófica que se baseia na relatividade do conhecimento.

Racismo
É a doutrina que sustenta a superioridade de certas raças.

Pré-conceito Universal
Em todos as partes do mundo, as pessoas reconhecem a existência do “meu grupo” e o “outro grupo”. A existência e a determinação e a consciência de que pertenço a um “meu grupo” fazem parte da força psicológica que se necessita para ser membro de uma comunidade. A hostilidade que freqüentemente faz parte do conceito que formamos do “outro grupo” serve para fortalecer os sentimentos de solidariedade do “meu grupo”, que se considera superior aquele.

O Mito da superioridade racial
No início do século XIX, o imperialismo e a escravidão precisavam urgentemente de uma justificação moral e social. Algumas pessoas tentaram usar Gn 9:25, para provar que, como Canaã era filho de Cão, o qual foi amaldiçoado por seu pai, dele descenderam os negros, acontece que os cananitas é que são os descendentes e não são negros.

Mas essa não era uma explicação suficiente científica, é “necessária”para o século XIX, então para colocar “panos quentes” no assunto, surgiu uma teoria biológica sendo o qual os morenos e os negros eram menos desenvolvidos na escala evolucionária e conseqüentemente menos capacitados e menos homens.

Essa teoria foi grandemente aceita e a Europa forneceu a sua própria “base científica” para provar a sua superioridade, edificando-a sobre os seguintes fundamentos: a descoberta da pólvora (que na verdade foi inventada pelos chineses); a invenção da navegação e o desejo de riquezas (desejo universal inerente à todo homem).

Felizmente hoje as teorias da superioridade racial foram abolidas entre os cientistas, mas infelizmente entre a maioria das pessoas existem ainda alguns traços daquela idéia do século XIX.

A cultura material e a Missão cristã
Se Deus está interessado num ser inteiro, tanto na sua parte espiritual como física. No entanto acontece, que não poucas vezes temos separado estas duas partes essenciais do ser humano, pensando que Deus só está interessado na parte espiritual.
Essa não é a mensagem que a Bíblia nos transmite, muito pelo contrário desde Gênesis a Apocalipse, vemos a importância que é dada ao homem total.

Religião
É um sistema explicatório que trata das questões extremas da vida e da morte, e da força e seres transcendentais, que podem ser morais ou amorias.
O animismo é um sistema explicatorio que trata das realidades transempíricas deste mundo (do além), dos seres invisíveis que pertencem a este mundo, de fantasmas, ancestrais, espíritos da natureza, da magia, e forças transempíricas do além, como astrologia, mau-olhado, sorte, azar, etc.
O animismo clássico é uma religião étnica. Os deuses e espíritos só tem relevância dentro da etnia, ou seja, dentro do seu povo ou grupo. O animismo é mais do que uma crença na existência e atuação dos espíritos.
Ele é uma interação com o mundo dos espíritos através de rituais e passes mágicos. 
 

Deixe seu comentário

Faça o login usando um destes métodos para comentar:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s